21 97900-0800 (Whatsapp) 21 3620-3132 (Consultório)

   contato@joanamoreno.com.br

Estética

A busca por dentes brancos, bem contornados e alinhados tem sido de grande volume nos consultórios odontológicos.

CLAREAMENTO: Atualmente, existem alguns métodos de clareamento dentário, cada um com sua precisa indicação, devendo o mais ideal ser selecionado após conversa entre o profissional e o paciente.

  • Clareamento intrínseco: realizado em dentes já foram tratados canal previamente e que sofreu alteração de cor.
  • Clareamento a laser: realizado no consultório, resultado são dentes mais brancos no mesmo dia.
  • Clareamento de moldeira ou caseiro: Deve ser usada durante algumas horas por dia, durando, aproximadamente, duas semanas.

Observações: o consumo de alguns alimentos podem reduzir o resultado do clareamento como café, chá, mate, refrigerantes, alimentos com corantes artificiais etc.

FACETAS E LENTES DE CONTATO: Se há alguns anos as Facetas Cerâmicas impressionaram o universo da Odontologia Restauradora com a possibilidade da transformação estética de sorrisos fazendo-se mínimos desgastes dentários, atualmente são as “Lentes de contato cerâmicas” que impressionam! Pela exposição diária na mídia através dos “sorrisos perfeitos” dos artistas, as lentes de contato tornaram-se uma febre da odontologia estética. Hoje é possível construir estruturas cerâmicas ultra-finas (lentes de contato dentárias) com apenas 0,2 a 0,4 mm de espessura que possibilitam um tratamento altamente estético e minimamente invasivo, com mínimo desgaste ou até mesmo sem nenhum desgaste dentário em determinadas situações.

COROAS DE PORCELANA (CERÂMICA): As Coroas de Porcelana ou Metal free são peças que restauram totalmente um dente à sua forma e cor natural, e são coladas em dentes naturais que tem um comprometimento mais severo.  As coroas protegem e reforçam dentes extensamente danificados ou com tratamentos de canal realizados, que não podem ser restaurados por resinas ou amálgama. Tem como uma das funções reforçar o dente para devolvê-lo às suas funções de mastigação.  Elas não sofrem alterações de cor com o passar dos anos, independente da dieta do paciente possuir alimentos com pigmentos mais fortes como café, chá, mate, açaí, etc. Já os trabalhos realizados em resinas compostas podem sofrer esse tipo de alteração, devendo ser polidos com frequência para que tenham maior durabilidade.

IMPLANTES DENTÁRIOS: Com o desenvolvimento da odontologia, a reabilitação protética dos pacientes com ausência dentária tem encontrado nos implantes dentais a primeira opção para a solução para a maioria dos casos. O sucesso dos implantes depende, dentre outros fatores, das condições bucais e sistêmicas do paciente, da correta técnica cirúrgica e protética desenvolvida pelo cirurgião-dentista e da colaboração e manutenção por parte do paciente. Os famosos “implantes dentários” em verdade são uma espécie de parafuso que visa substituir raízes de dentes perdidos. Quando, por qualquer motivo, perdemos a raíz de algum dente, precisamos de algo que possa suportar uma nova coroa. É aí que entram os implantes dentários. Atualmente, os implantes podem ser utilizados para substituir qualquer quantidade de dentes perdidos, sendo um tratamento válido para ausências unitárias, múltiplas ou totais. O tempo de osseointegração (cicatrização) pode variar de acordo com a região onde o implante foi instalado e quanto ao tipo de implante instalado. Os implantes convencionais demoram de 4 a 6 meses para cicatrizar. No entanto, a ciência vem evoluindo muito e atualmente já temos disponíveis no mercado implantes que cicatrizam em até 21 dias! (Como é o caso dos implantes suíços da Straumann)

ETAPAS PARA REALIZAÇÃO DO IMPLANTE: planejamento (avaliação do caso e pedido de exames e avaliação dos mesmo), cirurgia (etapa de instalação do implante(parafuso) no osso do paciente, normalmente feito com anestesia local), prótese (após o período de cicatrização do implante no osso é feito um molde e enviado para o laboratório para confecção da coroa que será instalada sobre o implante) e manutenção (a manutenção na higiene é primordial para um resultado a longo prazo, a má higienização pode prejudicar todo o tratamento, por isso é primordial o acompanhamento profissional a cada 6 meses.